Follow by Email

sábado, 19 de junho de 2010

O HOMEM DAS LETRAS DESPREZAVA AS SAGRADAS LETRAS

Dia 18 de junho faleceu aos 87 anos em Lanzarote (Espanha), o escritor português José de Souza Saramago ou José Saramago como era conhecido. Um escritor que começou a obter notoriedade em 1982, com 60 anos.
Escreveu romances, poesias, ensaios e peças teatrais. Até o dia 18 de junho era considerado o mais importante escritor vivo da língua portuguesa.
Ele nasceu em 1922, em Azinhaga, na província de Ribatejo. Trabalhou como serralheiro mecânico, desenhista, funcionário público e jornalista, defendia o Partido Comunista Português.
Em 1998 ele conquistou o Prêmio Nobel de Literatura, e ganhou um bom prêmio em dinheiro. O homem das letras também era conhecido por suas polêmicas, era ateu, cético e pessimista em relação às religiões.
Uma frase que causou muita polêmica foi esta “a Bíblia é um manual de maus costumes, um catálogo de crueldade.”
Que pena ler de um homem culto uma frase tão infeliz, ele que sempre defendeu as letras desprezava as Sagradas Letras.
O apóstolo Paulo ao ensinar o jovem Timóteo afirmou que “as Sagradas Letras podem fazer-te sábio para a salvação, pela fé que há em Cristo Jesus”. (2ª Timóteo 3:15)
Saramago também dizia que não cria em Deus, era ateu convicto. Afirmava que as religiões embaçam nossa visão.
Ao ser questionado porque escrevia muito sobre religiões, ele afirmou: “sou ateu mas não sou bobo, os meus leitores acreditam em Deus.” Ou seja, o objetivo dele era apenas vender os seus livros.
Lamento profundamente que o escritor renomado não tinha sabedoria alguma, pois quem afirma não crer em Deus é tolo. A Bíblia afirma: “Diz o néscio no seu coração: Não há Deus.” (Salmos 53:1)
Deixo para o leitor esta reflexão bíblica “Pois que aproveitará ao homem ganhar o mundo inteiro e perder a sua vida? Ou que dará o homem em troca da sua vida?” (Mateus 16:26)
A verdadeira sabedoria é temer a Deus, buscar fazer a sua vontade.
Convido você a conhecer as Sagradas Letras, a Bíblia, ela é útil para ensinar, corrigir, repreender e instruir em toda a justiça. Só através dela nós conhecemos a Jesus Cristo, é ela que pode nos tornar sábio para a salvação.

2 comentários:

Auli Júnior disse...

Pois é isto.
O mal maior é que ele deve ter
levado muitos com seu discurso.
Não li nada de sua obra, mas ao
ler suas entrevistas cheguei a
conclusão que ele era apenas um
chato vazio.
Porém não posso deixar de sentir
tristeza por ele. Tenho um conhecido também português e ateu,
e pude sentir em suas palavras que
seu ateismo não surgiu do nada, mas
da amargura do coração.
Um forte abraço,
Auli Jr.

Francisco de Aquino disse...

Estava fazendo uma visita ao blog e resolvi deixar um braço e lhe desejar a Paz do Senhor Jesus, boa postagem,muito interessante por sinal.Deus o abençoe e até mais!Aguardo sua visita no SOLA SCRIPTURA.