Follow by Email

segunda-feira, 16 de março de 2009

IGREJA MORNA

João ao escrever Apocalipse, revela no capítulo 3 versos 14 à 22 a realidade da Igreja de Laodicéia, um retrato da verdadeira igreja morna.
Ela julgava-se auto-suficiente “estou rico e abastado e não preciso de cousa alguma” v.17.
A palavra dura veio imediatamente - ... “nem sabes que tu és infeliz, sim, miserável, pobre, cego e nu” v.17.
A situação da Igreja de Laodicéia, infelizmente, não é diferente de muitas igrejas hoje. Algumas Igrejas são cheias de si, tem tudo o que o precisa materialmente falando, mas espiritualmente está pobre. Poderiam ajudar Igrejas menores, mas, não olham para fora das suas quatro paredes.
O texto fala que a Igreja de Laodicéia era miserável, lamentamos profundamente a atitude de certas Igrejas que fecham a mão para a obra missionária, são miseráveis.
Ouvi certa feita que, uma pessoa de influência de nossas igrejas, não amava missões. O bordão desta pessoa era sempre o mesmo – “o dinheiro que enviamos para missões, poderia ser aplicado aqui, na reforma do templo, compra de móveis, etc...”
A Igreja morna não ama a Jesus, não ama a sua obra e vive iludida e iludindo outros.
Fiquemos com o conselho do texto bíblico no verso 18: “Aconselho-te que de mim compres ouro refinado pelo fogo para te enriqueceres, vestiduras brancas para te vestires, a fim de que não seja manifesta a vergonha da tua nudez, e colírio para ungires os olhos, a fim de que vejas.”
Fiquemos com o exemplo da Igreja de Filadélfia nos versos 7 à 13, uma Igreja amada por Jesus, e não com o péssimo exemplo de Laodicéia, uma Igreja morna que causava ânsia em Jesus.

Um comentário:

Patty disse...

=)

A paz do Senhor Pastor... fiquei tão feliz ao saber que tem um blog...
Sinto muitas saudades de vcs...
Te amo em Cristo.