Follow by Email

sábado, 4 de dezembro de 2010

Tabagismo

Este artigo faz parte de uma palestra que preparei sobre tabagismo. Vários dados citados neste texto são informações do Caderno Extra Fumo, uma publicação da Central Business Comunicação e Editora Ltda.
O que é tabagismo? É o abuso do tabaco (grande erva, molemente tomentosa, da família das solanáceas, de origem sul americana, de folhas amplas, oblongas, acuminadas e macias, flores vistosas, tubulosas e róseas, e que possui nicotina, razão porque a infusão das folhas serve para matar parasitos. Dessecadas, as folhas constituem o fumo ou tabaco).
O fumante passivo, durante muito tempo, foi considerado apenas um sócio involuntário de asmas, rinites, otites e outros males respiratórios, promovidos por terceiros.
Segundo a OMS (Organização Mundial de Saúde), o tabagismo mata mais do que o consumo de heroína, cocaína e álcool. Também supera causas como Aids, fogo, homicídio, suicídio e acidentes de automóvel.
Certa feita eu ouvi de um fumante a seguinte frase: “dizem que fumar mata aos poucos, tudo bem, eu não tenho pressa de morrer mesmo”.
Claro que foi em tom de brincadeira que aquele fumante falou, mas, para quem fuma, corre o risco de morrer por complicações do tabaco. Pesquisa realizada entre médicos do Reino Unido demonstra dados interessantes sobre a longevidade de quem fuma.
Durante 40 anos, 35 mil médicos fumantes foram acompanhados, constatando-se que a metade deles acabou morrendo por causas diretamente ligadas ao fumo. Os que morreram entre 35 e 69 anos de idade perderam, em média, 22 anos de vida.
O cigarro mata as células e altera as características das que sobrevivem. O batimento cardíaco chega a subir de 80 para 120 por minuto após o consumo de apenas um cigarro.
A medicina considera os itens abaixo relacionados diretamente ao consumo de cigarro:
- dentes amarelos e enfraquecimento da gengiva
- pele manchada, principalmente nos dedos
- câncer na faringe
- câncer na laringe
- câncer no esôfago
- câncer de pulmão
- câncer de rins
- câncer no pâncreas
- câncer na bexiga
- agravamento no sistema cardiovascular
- gastrites e úlceras no aparelho digestivo
- osteoporose
- impotência sexual masculina e baixa fertilidade
Todos esses males provocados pelo cigarro são conseqüências do que foi plantado durante toda a vida.
Já dizia o apóstolo Paulo: “Não vos enganeis: de Deus não se zomba, pois aquilo que o homem semear, isso também ceifará.” Gálatas 6:7
O que fazer? Busque força em Deus. “…fortalecei-vos no Senhor e na força do seu poder.” Efésios 6:10
Confie em Jesus Cristo e você vai conseguir vencer. Jesus deseja o melhor para a sua vida, ele veio nos dar vida e vida abundante, ou seja, uma vida com qualidade.

Nenhum comentário: