Follow by Email

domingo, 18 de dezembro de 2011

MEGA IGREJAS

São chamados de mega-igrejas aquelas com mais de cinco mil membros, todavia, alguns consideram igrejas de dois mil membros dentro desta nomenclatura.
A Bíblia registra em Atos 2:47 que o Senhor acrescentava à igreja aqueles que iam sendo salvos, fruto de uma igreja equilibrada que vivia da seguinte forma:
1º Perseveravam na doutrina dos apóstolos
2º Perseveravam na comunhão
3º Perseveravam no partir do pão
4º Perseveravam na oração
Entendo que, uma igreja firme na doutrina bíblica, unida e vibrante na oração, naturalmente vai crescer. O crescimento vem de forma natural, o Senhor acrescenta.
Acontece que, hoje há uma febre para ter megas-igrejas, e na tentativa de chegar lá, todos os artifícios são usados.
John MacArthur Jr conta em seu livro “Com Vergonha do Evangelho” alguns absurdos ocorridos em igrejas evangélicas americanas, tudo na tentativa de atrair público. Por exemplo: “Uma grande igreja do sudoeste dos Estados Unidos acaba de instalar um sistema de efeitos especiais, que custou meio milhão de dólares, capaz de produzir fumaça, fogo, faíscas e luzes no auditório. A Igreja enviou alguns de seus membros para estudar, ao vivo, os efeitos especiais do Bally’s Casino, em Las Vegas. O pastor terminou um dos cultos sendo elevado ao “céu” por meio de fios invisíveis que o tiraram da vista do auditório, enquanto o coral e a orquestra adicionavam um toque musical à fumaça, ao fogo e ao jogo de luzes. Para aquele pastor, tudo não passou de um típico show dominical.”
Infelizmente, números tem se tornado mais importante do que a mensagem, líderes recorrem ao marketing para ajudar a atrair pessoas para Cristo.
O pr.Osmar Ludovico falou na Revista “Igreja” que “o importante é garantir comunhão e o desenvolvimento da vida cristã e na maioria das igrejas existe uma filosofia de mercado segundo a qual tudo que é eficiente precisa se tornar popular, rentável e grande. Por isso a Coca-Cola é um sucesso, mas não necessariamente boa para a saúde. É preciso muito cuidado.”
Termino repetindo uma frase do pr.Carlito Paes “o perigo é desviar do centro da vontade de Deus, infelizmente, muita gente está crescendo por crescer.”
Nunca é demais recordar: quem acrescenta à Igreja o salvo é Deus.

Nenhum comentário: